PONTO de VISTA


2009   2008   2007   2005   2004   2003   2002   2001   2000   1999   1998   1997
2009
29-10-2009 23.35 PM        A Opinião de Manuel Pedreira     (1)

  "A memória nunca se apaga mas...reescreve-se!

         Para que, no Judo, ela seja o mais fiel possivel, aqui vos deixo este modesto testemunho, que, estou certo, será secundado por muitos; este foi o motivo daquilo que vos quero dizer.

         Caros amigos


         Há 50 anos que o Judo se pratica em Portugal duma forma organizada e integrada no todo desportivo nacional.

         Hoje, aqui, alguns de entre nós, tiveram o previlégio de iniciar esta actividade tendo como Professor o Mestre Kiyoshi Kobayashi, que foi, sem dúvida o motor e o símbolo desta grande caminhada.

         Como em tudo na vida as grandes obras nunca são fruto de um só homem, por muito competente que seja; são sempre fruto de um conjunto dedicado de pessoas e dum percurso longo e difícil, onde os obstáculos nem sempre são fáceis de ultrapassar.
         O êxito deste processo implicou sempre o empenhamento de muitos de entre nós, por vezes ignorados e até esquecidos, mas dos quais dependeram, tantas vezes, o renovar e o reforçar desse caminho.

         Ao simbolo e ao motor desta caminhada (o Mestre K.K.), devemos a gratidão daquilo que nos ensinou; mas essa gratidão deve ser recíproca para com os seus alunos e apoiantes, sobretudo para aqueles que, desde a primeira hora o ajudaram, incentivaram, trataram como um amigo e de acordo com os principios éticos que nos ensinou.

         Os alunos tornaram-se Professores e estes tiveram novos alunos e assim sucessivamente.

         Estou plenamente convicto que a continuidade e o reforço do Judo, dependerão sempre da reciprocidade de tratamento e da defesa dos principios e valores entre professores e aluno .
         Faço votos para que o Judo continue a ser um êxito no quadro do desporto nacional e que os seus principios e valores sejam sempre o elo aglutinador entre todos os seus membros.

         A todos os amigos aqui (2) presentes o meu grande Abraço"

                                                                 (1) "Antigo Presidente da F.P.Judo "



         (2) Palavras proferidas num almoço de confraternização de antigos judokas realizado no passado dia 24 de Outubro.
28-09-2009 16.45 PM        A Opinião de Rui Vieira    (1)

  " Em final de ciclo, devemos fazer um balanço/avaliação e verificar os pontos mais negativos/problemas a resolver.

         1.   Comunicação entre Técnicos, FPJ e Clubes:

         1.1   Não existe planeamento conjunto, não existe acompanhamento conjunto, não existem relatórios técnicos sobre os atletas quando estão sob a alçada da FPJ em estágios/provas em que o Treinador do Clube não está presente, não existe reavaliação e sugestões para melhorar os pontos menos positivos verificados, não são elaborados vídeos dos Atletas em provas internacionais para serem analisados e discutidos entre ambos os Técnicos; afim de se aquilatar da correcção das estratégias de planeamento utilizadas.


         1.2   A Direcção Técnica da FPJ deveria supervisionar, acompanhar, orientar e exigir estes processos com regularidade e eficácia.

         2.   Enquadramento Técnico FPJ:

         2.1   Todos os Técnicos deveriam estar em regime de exclusividade para a FPJ (excepto em colaboração em clubes sem participações em competições oficiais como sejam colégios/externatos).
         2.2   Treinador Nacional de Juniores Masculinos?
         2.3   Treinador Nacional de Seniores Femininos?
         2.4   Treinador Nacional de Sub 23?
         2.5   Treinador Nacional de Esperanças?
         2.6   O que se está a passar na FPJ ? Porque não há técnicos nestes cargos? Acham possível que se faça algum trabalho com qualidade assim?

         3.   Regulamento de Graduações:

         3.1   Já foi demasiado facilitador para os competidores e está demasiado exigente há muitos anos.
         3.2   Temos os Atletas de Alta Competição, seus Técnicos e melhores Árbitros (todo o grupo de elite), com as mais baixas graduações da Europa. Será justo? Não há um grande empenho dos elementos deste grupo em evoluírem técnicamente afim de serem melhores e mais eficazes? Não corresponderá isso também a conhecimentos técnicos? Não será uma "vergonha" para a FPJ esta realidade, quando nos deslocamos para fora? Não seria correcto alterar o Regulamente de Graduações e corrigir esta situação?

         4.   Formação de Técnicos:

         4.1   As acções de Formação, na minha opinião, não obedecem a qualquer linha orientadora, e isso reflecte falta de preocupação em ouvir as necessidades sentidas pelos Técnicos (mais uma vez, a falta de diálogo). Deveria elaborar-se uma lista de temas, que os Treinadores achem importantes e que gostariam que fossem abordados em futuras Acções, para assim se ir ao encontro das reais necessidades dos Treinadores e assim também melhorar os seus conhecimentos e melhorar o ensino nos seus Clubes.

         Desejo sinceramente, que no próximo mandato eleitoral, estas e outras situações menos positivas sejam definitivamente corrigidas e que com isso apenas ganhe o JUDO."

                                                                 (1) "Treinador do Lisboa Ginásio Clube "

19-08-2009 18.57 PM        A Opinião de Jorge Batista    (1)

  " Entre 26 e 30 de Agosto vamos ter o Campeonato do Mundo de Judo de Seniores na cidade holandesa de Rotterdão. A partir deste ano esta prova passa a ser realizada anualmente.

   Não sei se isto é o melhor para a nossa modalidade ou se apenas irá beneficiar os países mais ricos, de qualquer forma é o novo formato.

   Portugal, irá estar presente com um total de 6 atletas. João Neto nos -81 Kg e cinco atletas femininos, Leandra Freitas, -48 Kg, Joana Ramos, -52 Kg, Telma Monteiro, -57 Kg, Ana Cachola, -63 Kg e Yahima Ramirez em -78Kg. Estes são os atletas que conseguiram obter os mínimos, que consistiam na obtenção de uma medalha numa Taça do Mundo.

   Penso que, mais importante do que ter uma medalha numa Taça do Mundo, como mínimo, para participar, é treinar-mos e planear-mos para estar-mos sempre presentes em todos os campeonatos do mundo e campeonatos europeus. A maior parte dos países europeus não têm como mínimos a obtenção de uma medalha em Taça do Mundo para poder participar.

   A alguns dias de começar, todo o mundo do Judo interroga-se, se é desta que conseguem superar a equipa Japonesa.

   A equipa feminina japonesa, em minha opinião, deve de continuar a dominar, pois o seu nível é muito elevado, mesmo sem a Ryoko Tamura nos -48 Kg.

   Nos -57 Kg irá a Telma Monteiro superar Matsumoto?

   Há dois anos no Rio o Japão teve 9 medalhas, sendo 3 de ouro, um ‘score’ modesto para quem está habituado a ter 10 medalhas, com um mínimo de 4 medalhas de ouro.

   Será que em -100Kg vamos ter o novo ídolo, Anais, a vencer?

   Com as novas regras vamos ter um Judo mais elegante ou vamos continuar a ver Judo-luta livre?

   Esperemos pelo campeonato.

                                                                        (1) "Treinador de Judo"

19-03-2009 22.34 PM         Notas Soltas

   No próximo fim de semana vai realizar-se o Torneio Internacional de Juniores de Portugal.
   Uma vez mais, Coimbra vai ser o local em que decorrerá esta prova.
   Será uma oportunidade para muitos dos juniores dos clubes nacionais defrontarem atletas de outras paragens e poderem assim aquilatar das suas possibilidades actuais.
   Espero que o nível médio da competição seja elevado e que haja uma boa moldura humana no Pavilhão a assistir á prova .

   Ainda não foi convocada a Assembleia Geral Ordinária da Federação, que de acordo com os Estatutos em vigor, deveria ser realizada até finais do mês de Março.
   Espero que o Relatório e Contas da Federação relativos á época de 2008 sejam apresentados ás Associações o mais brevemente possivel.

   Futuramente esta "secção", que tem estado um pouco negligenciada, vai tornar-se mais activa.
   Para que tal possa acontecer, comecei a endereçar convites a potenciais colaboradores, para que aqui, possam expressar a sua opinião sobre quaisquer aspectos relacionados com a nossa modalidade.

   A opinião apresentada será da pessoa que a escreve e não significa que o responsável por esta página esteja de acordo com as idéias apresentadas.

Inicio
Copyright © 1997-2009
Fernando Costa Matos